DIGITAL24 – Criação de sites, Marketing Digital, SEO, alojamento web e…muito mais.

logo digital24 site

As tendências e destaques do E-Commerce para 2024

e-commerce tendências digital24

Tabela de Conteúdos

As tendências do E-Commerce para 2024, antecipa-te!

O e-commerce, ou comércio eletrónico, está em constante evolução e têm vindo a transformar a forma como as pessoas compram e vendem produtos e serviços.

Como empresário, é importante estar atualizado sobre as tendências de e-commerce que irão moldar o futuro do comércio online nos próximos tempos.

Se só te lembrares de uma coisa deste artigo, que seja isto, ou melhor, saber que deves conseguir pelo um destes três elementos.

Sê o primeiro, sê o melhor (apesar de não ser fácil combinar ambos, dependendo da empresa), e por fim, faz diferente.

Se combinares estes três elementos, então, dificilmente alguém te vai conseguir parar, e o nome do(s) teu(s) produto(s) e da tua marca acaba por beneficiar imenso com isso.

Esse deve ser sempre o objetivo para conseguires ter o máximo de sucesso, e ao mesmo tempo reduzir as dores de cabeça (e custos), já que te podes dar ao luxo de fazer muitas escolhas que de outra forma não poderias.

Um bom livro que no fundo acaba por abordar este tema é o Zero to One do Peter Thiel, que defende que o objetivo dos negócios deve ser sempre o monopólio.

“Todas as empresas bem sucedidas são diferentes: cada uma ganha um monopólio ao resolver um problema único. Todas as empresas que não obtiveram sucesso são iguais: falharam em escapar-se à concorrência.”

Peter Thiel @ Zero to One

O E-Commerce

O e-commerce refere-se à compra e venda de bens e serviços pela internet, através de plataformas online.

É uma indústria em crescimento que oferece uma série de benefícios para os empresários e consumidores.

Existem várias razões pelas quais deve considerar abrir uma loja online.

Além de reduzir os custos associados a uma loja física, o e-commerce permite-lhe chegar a um público global, aumentar a visibilidade da sua marca e oferecer conveniência aos seus clientes, permitindo-lhes fazer compras a qualquer hora e em qualquer lugar.

Seja qual for o teu negócio, resumidamente, vai estar aberto 24/7, todo o ano.

Uma loja online bem-sucedida possui características específicas que contribuem para o seu sucesso.

Além de uma interface intuitiva e de fácil navegação, uma loja online deve ter um design atraente, descrições de produtos detalhadas, imagens de qualidade e opções de pagamento seguras.

Olhando para o futuro do e-commerce, é evidente que várias tendências estão a moldar a indústria.

A personalização da experiência do cliente, a diversificação dos canais de venda, o m-commerce, a integração de redes sociais, a conveniência e facilidade de compra, a segurança nas transações online, o omnichannel, a análise de dados e inteligência artificial, a logística e entrega eficientes, bem como a sustentabilidade, são algumas das tendências que irão influenciar o e-commerce nos próximos anos.

Ou seja, algumas são bastante fáceis de prever, e não são novidade nenhuma, já outras, apesar da entrada recente, como por exemplo a IA, estão numa forte expansão.

Temos ainda a sustentabilidade que cada vez mais importância têm para o consumidor.

À medida que avançamos para 2024, é importante estar actualizado sobre estas tendências, e adoptar as que fizerem sentido no mercado em causa para manter a competitividade, e alcançar o sucesso no comércio eletrónico.

Não te deixes ficar para trás.

ecommerce destaques

Principais destaques

  • Personalização da experiência do cliente: A personalização é fundamental para o sucesso do e-commerce. Os consumidores estão cada vez mais exigentes e esperam uma experiência personalizada, desde a navegação até a recomendação de produtos.
  • Omnichannel: A integração de diferentes canais de vendas, como loja física, site e redes sociais, torna-se essencial para acompanhar as tendências de e-commerce. É importante proporcionar uma experiência fluida e consistente em todos os canais.
  • Análise de dados e inteligência artificial: A utilização de análise de dados e inteligência artificial permite às empresas compreenderem melhor o comportamento dos clientes, personalizar ofertas, melhorar a eficiência operacional e prever tendências futuras do mercado.

Tendências de E-commerce para 2024: O que precisas mesmo de saber

Ao considerar as tendências de e-commerce para 2024, é essencial estar a par das mudanças que estão por vir, e adaptares-te para acompanhar o já famoso ritmo de rápida mudança das áreas que dependem muito da tecnologia.

Algumas tendências importantes são:

Expansão do comércio móvel: O crescimento contínuo do uso de dispositivos móveis para compras online requer que as empresas optimizem as suas plataformas e ofereçam experiências de compra adaptadas a estes dispositivos ou até mesmo aplicações, dependendo do tamanho da empresa e da sua área.

Personalização e recomendação: A personalização é fundamental para cativar os consumidores. Utiliza dados e tecnologia para oferecer produtos e recomendações que se ajustem às necessidades e preferências de cada cliente.

Impulsionar experiências omnichannel: Se for o caso de teres uma, ou mais, lojas físicas, é fundamental oferecer uma experiência integrada entre canais físicos e digitais. Integra as lojas físicas, sites e aplicativos (e qualquer outra plataforma que possas ter) para promover uma experiência de compra perfeita.

Crescimento do comércio social: As redes sociais estão a tornar-se cada vez mais relevantes para o comércio eletrónico, com as suas implementações de mercados próprios, mas não só. Há que definir o que se pretende obter das redes sociais. Visitas ao site? Vendas através das mesmas? Brand Awareness?

O Que é o E-commerce?

O E-commerce, que é a abreviação de comércio eletrónico, é a compra e venda de bens e serviços online.

É um termo amplo que inclui várias atividades, como a venda de produtos físicos, como roupas, eletrónicos e alimentos, e também a prestação de serviços, como reservas de viagens, consultas médicas e cursos online.

O E-commerce permite que os consumidores comprem produtos e serviços com facilidade, conveniência e segurança, sem precisar de sair de casa.

Com a crescente digitalização e o aumento do acesso à internet, o E-commerce tornou-se uma parte essencial das operações comerciais de muitas empresas que se souberam adaptar.

Uma das principais vantagens do e-commerce é a possibilidade de alcançar uma ampla base de clientes, tanto local, quanto nacional ou mesmo a nível global.

Além disso, os consumidores podem comparar preços, ler avaliações e pesquisar produtos antes de fazer uma compra a qualquer hora.

Em resumo, o E-commerce revolucionou a forma como as pessoas compram e vendem produtos e serviços.

É uma tendência que continuará a crescer e evoluir nos próximos anos, oferecendo novas oportunidades para as empresas que se souberem adaptar a esta nova realidade.

black friday mbway digital24 ecommerce

Números do Black Friday deste ano baseado no pagamento por Mbway.

Encontras o resto da informação no site da Sibs aqui.

Benefícios do E-commerce

Os benefícios do E-commerce são abundantes quando se trata de comércio eletrónico. Ao se decidir investir neste mercado crescente, existem várias vantagens a serem consideradas.

Ampla visibilidade: O E-commerce oferece a oportunidade de alcançares clientes onde quiseres, para além de que aumenta a probabilidade de seres encontrado na tua zona, principalmente no caso de loja física.

Disponibilidade 24/7: Ao contrário das lojas físicas com horários de funcionamento limitados, o E-commerce permite aos clientes fazer compras a qualquer hora do dia ou da noite, proporcionando comodidade e flexibilidade.

Maior conveniência: Os compradores podem fazer compras no conforto das suas casas sem precisar sair ou enfrentar filas. Além disso, as compras online permitem comparação de preços e acesso a uma ampla variedade de produtos em um único local, o que pode levar à compra de mais produtos do que os pensados inicialmente, por exemplo.

Custos reduzidos: Ao optar pelo E-commerce, os custos operacionais, como arrendamento do espaço físico, podem ser significativamente reduzidos, resultando em maiores margens de lucro.

Personalização e segmentação: Com o E-commerce, é possível colectar dados do cliente e oferecer recomendações personalizadas, melhorando a experiência de compra e aumentando as chances de fidelização.

Quais são os elementos principais de uma loja de E-commerce bem sucedida?

Saber o que torna uma loja de ecommerce bem sucedida é uma informação valiosa, e embora não haja nenhuma fórmula matemática que te vá garantir o sucesso, há várias coisas que colocadas em prática jogam a teu favor.

Design atrativo e fácil de navegar: A loja deve ter um design limpo, intuitivo e responsivo, com uma navegação fácil para que os clientes encontrem rapidamente o que procuram. Quantos menos cliques até encontrarem o que querem, melhor.

Conteúdo de qualidade: Oferecer descrições detalhadas e imagens de alta qualidade dos produtos, além de avaliações e depoimentos de clientes, aumenta a confiança na compra e a certeza de que é exactamente o que procuram.

Funcionalidades bem desenvolvidas: Ter um sistema de checkout fluído, opções de pagamento variadas e uma pesquisa eficiente são recursos importantes para facilitar a experiência do cliente.

Atendimento ao cliente de elevada qualidade: Disponibilizar canais de contacto claros e oferecer um atendimento rápido, personalizado e agradável é fundamental para responder às dúvidas, solucionar problemas e gerar satisfação. Para além disso, torna-se uma extensão da marca em si, que deve existir antes, durante e após a venda.

Marketing eficaz: Utilizar estratégias de marketing digital, como SEO, redes sociais, anúncios pagos e e-mail marketing, são algumas das hipóteses para conseguires chegar ao maior número de clientes.

Tendências de E-commerce

Quando se trata das tendências do comércio eletrónico, é importante estar actualizado sobre as novidades e adaptações que estão a surgir e causar impacto na área.

Aqui estão algumas das principais que deves ter em conta, com a primeira a ser um pouco…previsível.

Inteligência Artificial: A IA está cada vez mais presente nas nossas vidas, e o comércio eletrónico não é excepção, ajudando a personalizar a experiência do usuário, sugerindo produtos relevantes e sendo uma ferramenta importante para diversas tarefas. E claro, os já muito habituais chatbots.

Design Responsivo: Podia-se dizer que isto já é mais uma obrigação, tal é a sua importância. Com o aumento do uso de dispositivos móveis, é crucial que as lojas virtuais estejam optimizadas para acesso e compra por smartphones e tablets.

Realidade Aumentada: A aparecer cada vez mais a cada ano que passa, é algo que vai sem dúvida continuar a crescer. É aquela ferramenta que encontras em algumas lojas virtuais que te permite, por exemplo, ver como fica aquela nova televisão que estás a pensar comprar na tua sala.

Comércio Social: As redes sociais desempenham um papel importante no comércio eletrónico, permitindo que as marcas se aproximem dos consumidores de uma forma que antes não acontecia. E da parte dos consumidores, é algo cada vez mais esperado das marcas que interajam com o seu público nas redes sociais por exemplo.

Sustentabilidade: Os consumidores estão cada vez mais preocupados com a sustentabilidade e buscam marcas e produtos que adotem práticas ambientalmente responsáveis, por outro lado, as marcas também promovem cada vez mais as suas opções a nível de sustentabilidade. É uma tendência que já se vê bastante, mas que vai continuar em crescimento significativo.

Já aplicas todas estas tendências?

As tendências de hoje são, normalmente, o considerado “normal” do amanhã, por isso ignorares as expectativas do cliente, pode prejudicar o teu negócio de forma significativa.

ecommerce ai tendencias

Diversificação dos Canais de Venda e Distribuição

Ao considerares a diversificação dos canais de venda e distribuição no Ecommerce, é importante considerares também aqueles que fazem mais sentido tendo em conta o teu público.

Isto não significa limitares-te, mas sim, focares-te no que realmente importa e te vai trazer benefícios.

Ficam aqui alguns exemplos.

Marketplaces: Vender através de grandes marketplaces, como por exemplo a Amazon ou mesmo lojas como a Fnac por exemplo, pode aumentar a visibilidade da tua marca e alcançar um público maior.

Redes sociais: Utilizar redes sociais, como o Facebook, Instagram e Pinterest, para promoveres os teus produtos e facilitar a compra diretamente na plataforma, ou redirecionar a pessoa para a tua loja online.

Loja virtual própria: Criar uma loja virtual própria oferece um maior controlo sobre a experiência de compra, permite maior personalização da marca e facilita a angariação de clientes. Para além de não estares dependente de regras de terceiros que te podem prejudicar no futuro.

Parcerias: Estabelecer parcerias com influenciadores digitais, blogs ou outras marcas pode ajudar a expandir o alcance da tua marca e conquistar novos clientes.

Vendas por assinatura: Oferecer um modelo de vendas por assinatura pode garantir uma receita recorrente e fidelizar clientes.

Além dessas estratégias, é importante analisar o desempenho de cada canal e ajustar a estratégia conforme necessário.

Lembra-te de que nem todos os canais serão adequados para o teu negócio, por vezes, mesmo alguns que consideras que vão resultar, não funcionam tão bem assim, enquanto outros te podem até surpreender.

Mobile Commerce

Já abordámos este tema acima, mas dada a sua importância, vamos expandir um pouco mais sobre o mesmo.

O comércio móvel está a tornar-se cada vez mais relevante no comércio eletrónico.

Com o avanço da tecnologia, é essencial que as empresas estejam preparadas para responder aos consumidores que preferem fazer as suas compras através de dispositivos móveis.

Design Responsivo: Certifica-te de que o teu site está otimizado para dispositivos móveis, proporcionando uma experiência de compra perfeita em ecrãs mais pequenos.

Aplicações Móveis: Caso tenhas um volume de clientes que o justifique, podes  desenvolver uma aplicação móvel única para a tua loja, permitindo que os clientes comprem facilmente nos seus smartphones e tablets.

Notificações Push: Tira proveito das notificações push para enviar ofertas exclusivas e informações sobre produtos diretamente para os dispositivos móveis dos teus clientes.

Formas de pagamento: Quanto mais rápido o cliente conseguir finalizar a sua compra, menor a probabilidade de abandonar a tua loja online sem comprar nada. Para além disso, oferece uma experiência de utilizador muito mais agradável contar com vários tipos de pagamento, e incluir métodos como o MBWay, que torna bastante prático o processo de compra.

Integração de Redes Sociais

Quando se trata de comércio eletrónico, o uso das redes sociais desempenha um papel fundamental no sucesso de uma loja online. Fica a saber o porquê desta importância e os benefícios que te podem trazer.

Aumento da visibilidade: Ao juntares as redes sociais à tua loja online, tens a chance de chegar a mais pessoas. Partilhar os teus produtos nas redes sociais faz com que os teus seguidores também os partilhem, directa ou indirectamente. Podem simplesmente ir mostrar aos amigos e perguntar o que acham, entretanto, estás a alcançar mais pessoas.

Conexão com o público: As redes sociais são um caminho direto e pessoal para falares com os teus clientes. Através de comentários, mensagens privadas e partilhas, podes interagir e responder às perguntas e pedidos dos clientes. No fundo, acabam por criar uma ligação mais próxima com a marca.

Aumento das vendas: Se integras as funcionalidades de compra diretamente nas redes sociais, tornas o processo de compra mais fácil para os teus clientes. Ao fazeres isso estás possivelmente a aumentar a taxa de conversão.

Feedback e análise: Com as redes sociais, podes receber opiniões e avaliações dos clientes, o que é super útil para melhorares os teus produtos e serviços. Para além disso, as plataformas de redes sociais normalmente têm ferramentas de análise que te ajudam a perceber se as tuas estratégias de marketing estão a resultar.

Omnichannel

Omnichannel é uma abordagem não só feita no E-commerce, tal como não o é em nem em nenhum outro ponto isolado, mas sim uma combinação de todos os canais com os quais o cliente tenha contacto.

No fundo é uma estratégia de marca que visa garantir exactamente a mesma experiência, mensagem e qualidade em todas as áreas que a marca têm contacto com o cliente.

Ficam aqui alguns dos pontos a ter em conta.

Consistência da marca: Assegura-te de que a tua mensagem, o look e a identidade de marca são iguais em todos os canais. Isso evita confusão e ajuda a que a tua marca seja reconhecida facilmente.

Integração dos canais: Tanto os canais online como os offline devem trabalhar da mesma forma e em conjunto. Isso permite por exemplo que os clientes comprem e devolvam produtos facilmente, não importa o canal que usem.

Rastreamento de dados: Com a abordagem omnichannel, recolher informação valiosa sobre o que os clientes fazem, o que compram e do que gostam, é mais fácil. Usa esses dados para personalizar a experiência de compra e sugerir produtos que eles possam gostar.

Suporte ao cliente: Certifica-te que o apoio ao cliente está disponível em todos os canais, seja por telefone, chat online ou redes sociais, para resolver dúvidas e problemas de forma rápida.

Inovação tecnológica: Fica de olho em novas tecnologias que possam melhorar a experiência do cliente, como realidade aumentada, chatbots e pagamentos móveis.

No fundo, se o teu negócio for uma loja online simples, com poucos produtos, não haverá grande dificuldade em implementar o omnichannel. Já em empresas grandes, envolve ainda algum trabalho, mas que no final, dá frutos.

digital24 omnichannel

Análise de Dados e Inteligência Artificial

A Análise de Dados e a Inteligência Artificial (IA) estão mesmo a mudar o jogo no comércio eletrónico. Estas tecnologias estão a ajudar as empresas a perceberem melhor os seus clientes e a criarem experiências mais personalizadas.

Aqui tens algumas formas no como podem ser utilizadas.

Personalização: Com a análise de dados e IA, as lojas online conseguem sugerir produtos que os clientes vão gostar, com base no seu histórico de compras e nas suas preferências.

Previsão de Tendências: Estas tecnologias analisam padrões de compra e comportamento do consumidor para prever tendências futuras. Assim, as empresas podem se antecipar e ter os produtos certos disponíveis na hora certa.

Gestão de Inventário: A IA ajuda a optimizar o inventário, prevendo a procura e sugerindo quantidades de stock, o que reduz custos e evita desperdícios.

Atendimento ao Cliente: Os Chatbots alimentados por IA podem responder a perguntas dos clientes em tempo real, melhorando a experiência de compra, até mesmo com um atendimento 24/7.

Análise de Comportamento: A análise de dados permite entender melhor como os clientes navegam e interagem com o site, o que ajuda a melhorar o design e a usabilidade.

Segmentação de Mercado: Com a IA, é possível segmentar os clientes de forma mais precisa e oferecer marketing e promoções mais direcionadas.

Prevenção de Fraude: A IA analisa padrões de compra e pode identificar atividades suspeitas, ajudando a prevenir fraudes e garantir transações seguras.

Logística e Entrega Eficientes

Quando se trata de e-commerce, a logística e a entrega eficientes desempenham um papel fundamental no sucesso do negócio.

Aqui estão algumas etapas a serem consideradas:

Armazém centralizado: Caso se aplique ao teu negócio, ter um único ponto de armazenamento centralizado facilita a gestão do stock, e agiliza o processo de separação e envio dos pedidos.

Otimização do inventário: Utiliza sistemas de gerenciamento de stock para garantir um equilíbrio entre o stock disponível e a procura dos clientes.

Parcerias com transportadoras confiáveis:Escolhe transportadoras que tenham um serviço de entrega rápido e de confiança, para garantir que os teus clientes recebem as suas encomendas a tempo.

Rastreamento de pedidos: Dá aos clientes a possibilidade de seguirem as suas encomendas em tempo real. Assim, eles sabem sempre onde está a sua compra.

Automatização de processos: Usa tecnologias e sistemas automáticos para tornar mais eficientes os teus processos. Isso ajuda a reduzir erros e a aumentar a rapidez.

Atendimento ao cliente eficiente: Tem uma equipa pronta para ajudar os clientes com qualquer dúvida ou problema relacionado com a logística e a entrega.

Ao seguires estes passos e ao dares prioridade a uma logística e entrega eficientes, vais proporcionar uma experiência positiva aos teus clientes.

Isso pode levar a que eles fiquem mais satisfeitos e fiéis à tua loja.

E-commerce e Sustentabilidade

A sustentabilidade é outra tendência que vai continuar a crescer.

Não esperes que sejam implementadas certas medidas, toma a iniciativa e mostra que o teu negócio realmente se importa com o tema.

Vários temas desta área dependem muito do negócio em questão, por isso, ficam aqui algumas sugestões que se podem, ou não, adaptar ao teu negócio.

Embalagens Ecológicas: Usar materiais recicláveis ou biodegradáveis para embalagens reduz o impacto ambiental. Além disso, minimizar o uso de plástico e optar por embalagens com tamanho adequado aos produtos ajuda a reduzir desperdícios.

Produtos Sustentáveis: Oferecer produtos feitos com materiais sustentáveis ou certificados por práticas ecológicas. Isso não só ajuda o ambiente como também atende à crescente demanda dos consumidores por produtos verdes.

Transparência e Educação: Ser transparente sobre as práticas sustentáveis e educar os consumidores sobre a importância da sustentabilidade. Isso pode incluir informações sobre a origem dos produtos, o processo de fabricação e as práticas de reciclagem.

Inovação Digital: Utilizar tecnologias digitais para otimizar processos, como a gestão de inventário, para reduzir o excesso de produção e desperdício.

Programas de Reciclagem: Incentivar a reciclagem oferecendo programas de retorno de embalagens ou produtos antigos.

sustentabilidade no marketing digital

O Futuro do E-commerce

No futuro do comércio eletrónico, é crucial estares atento às novas tendências para te conseguires destacar no mercado online.

O crescimento desta área vai continuar, impulsionado principalmente pela tecnologia e alterações no comportamento dos consumidores.

Alguns aspetos importantes a considerar são:

Personalização: Os consumidores querem uma experiência de compra personalizada. Utilizar tecnologias como inteligência artificial e análise de dados é fundamental para compreender as preferências individuais e oferecer recomendações pertinentes.

Compras por voz: As compras por voz é aquela tendência que todos os anos vemos a marcar presença neste tipo de listas em Portugal. Ou seja, nunca se concretiza. No entanto, se há momento em que existe potencial para a tecnologia por voz começar a surgir, é agora, com a qualidade do ChatGPT via áudio a deixar muito para trás as ofertas da Apple e da Google, por exemplo.

Comércio móvel: Isto não é futuro, mas presente. Agora que os sites são avaliados e construídos primeiro para dispositivos móveis, é mais importante que nunca que a experiência na tua loja online seja completamente fluída nos mesmos.

Pagamentos digitais: O futuro do comércio eletrónico será impulsionado por métodos de pagamento digitais seguros e convenientes, como cartões de crédito virtuais, pagamentos por carteiras digitais e criptomoedas.

O futuro do comércio eletrónico é promissor e para quem estiver determinado, cheio de oportunidades.

Ao acompanhares as tendências do mercado e adaptares-te às exigências em constante evolução dos consumidores, estás a aumentar significativamente as tuas probabilidades de ser bem sucedido.

Perguntas frequentes

Quais são as principais expectativas dos clientes em relação ao e-commerce para 2024?

Os clientes esperam conveniência, segurança, velocidade de compra e uma ampla variedade de produtos disponíveis.

Quais são as principais necessidades dos usuários de e-commerce?

Os utilizadores de sites de E-commerce valorizam a conveniência, preços competitivos, acesso a uma ampla variedade de produtos e marcas, além de segurança nas compras online.

Como é que as soluções tecnológicas podem melhorar a segurança nas compras online?

Existem diversas formas em que a tecnologia pode ajudar nesta área, como certificados SSL e sistemas de dupla identificação, que devem ser consideradas medidas praticamente obrigatórias.

Para além disso, ter uma loja online exige dar o devido valor à segurança da mesma, já que envolve transações financeiras e dados pessoais de terceiros.

Embora isso seja algo a abordar num próximo artigo, já que o tema é longo, colocar a tua loja num alojamento/servidor que utilize software destinado exactamente a evitar estes problemas, actualize o servidor regularmente e tenha sistema de backups diários é um bom começo.

Já da tua parte, deves fazer a actualização dos plugins utilizados caso não uses um servidor gerido, manter a versão do PHP também actualizada, e apostar no Cloudflare para te dar uma segurança extra (para além de outros benefícios) são algumas das medidas que podes tomar para que a tua loja online esteja bem protegida.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Artigos Relacionados